Notícias
Prefeito apresenta na Caixa Econômica Federal o projeto de abatedouro municipal para Campo Verde
Publicado em: 11 de março de 2020
Autor:Assessoria da Prefeitura
Fonte:Agencia de Noticias da AMM

O município de Campo Verde, construirá um  abatedouro municipal para bovino, suíno e ovino, com capacidade de 50 abate por dia. O prefeito Fabio Schroeter, se reuniu na Caixa Econômica, nesta terça-feira (10), para apresentação dos projetos e planilha orçamentaria do empreendimento. Participaram da reunião o engenheiro civil da prefeitura, Carlos Eduardo Moreira de Carvalho, o supervisor de projetos  Fabiano Inácio, o vereador do município Pedro Montagner, além da equipe técnica da AMM.

O projeto foi elaborado pela Associação Mato-grossense dos Municípios. Durante a reunião na  Caixa Econômica estiveram presentes, Leonardo Martins (engenheiro civil), Marcos monteiro (engenheiro civil), Felipe Xavier(engenheiro eletricista), Evaldo Braz (engenheiro sanitarista) Gustavo Henrique Fonseca (engenheiro ambiental),  Eduardo Shimba (engenheiro civil) e a arquiteta Natacha de Carvalho Luiz. Todos integram a Central de Projetos da AMM.  

Os recursos para a construção do abatedouro municipal estão orçados em de R$ 2.300.766,28 sendo R$ 291.136,30 a contrapartida do município, totalizando R$ 2.591.902,58,  recurso oriundo do  Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, através do então Ministro Blario Magi. A execução da obra do abatedouro começa em julho e deverá ser concluída no próximo ano.

O prefeito Fabio Schroeter, informou que o empreendimento vem consolidar a cadeia produtiva de bovinos, suínos e ovinos na região. Isto será possível com a construção e instalação de um abatedouro misto no município que além da aprovação na Caixa Econômica Federal, passou por aprovação do Serviço de Inspeção Municipal (S.I.M) e pelo  Serviço de Inspeção Estadual (S.IS.E). Quanto ao processo ambiental, o prefeito  considera um grande avanço, pois o município já dispõe da outorga do poço, outorga de diluição, licença prévia e de instalação.

Conforme a autora do projeto, Arquiteta Natacha de Carvalho Luiz, a necessidade de um abatedouro misto, visa satisfazer os anseios da população, que veem nesta construção, uma fonte de renda para o município, a abertura de um novo mercado de trabalho, além de maior respeito e conservação do meio-ambiente. “evitando os matadouros clandestinos, que sem qualquer preocupação faça o despejo irregular dos dejetos nos rios, além da questão sanitária e qualidade do serviço prestado”, observou.

Dessa forma, a consolidação se dará pela valorização da produção regional, disponibilizando a oportunidade agregação de valor ao produto ainda na região e, por conseguinte, observando retorno dos benefícios que a industrialização traz ao município, sobretudo aos produtores que tem além do comércio de varejo, uma indústria de abate da produção existente.

Os estabelecimentos que processam produtos de origem animal estão sujeitos à legislação e à fiscalização, que estabelecem normas sobre as condições mínimas para a sua implantação e funcionamento. Inicialmente a comercialização será local, mas o projeto possui aprovação que possibilita a venda em todo estado.

Potencial econômico do município Campo Verde tem no agronegócio a base de sua economia, com destaque para a produção de algodão em pluma, soja, milho, frango de corte, ovos comerciais, ovinos, suínos, gado de corte e de leite. Esta pujante economia se encontra com dificuldade na parte de abastecimento de carne in natura, pelo fato do município não possuir um espaço adequado e correto para o abate de animais como: suínos, ovinos e bovinos.

Os produtores, para agregar um custo adicional com transportes e outros, encaminham esses animais para Rondonópolis, distante 130 Km somente para abate e separação das carcaças. O custo influencia sobre o  valor final do produto aos consumidores. Visando a atender a esta demanda, o município solicitou o  projeto do abatedouro. O empreendimento vai gerar novos postos de emprego e renda familiar, além de fortalecer o ciclo de criação de animais para abate e impulsionando a economia local.

 

 

 

 

Tags: abatedouro
Notícias relacionadas
Diário Oficial
Informes Covid-19
Cadastro de Atas
AMM Digital
Municípios
Vídeos
Vídeo institucional da AMM
Curta e Compartilhe nosso conteúdo!
Consórcios Intermunicipais
Novidades