Notícias
Em São Paulo, programa de leitura de Juína conquista selo como um dos dez melhores do país
Publicado em: 06 de dezembro de 2019
Fonte:Assessoria da Prefeitura

O terceiro reconhecimento nacional chegou para Juína! 

Foi na noite desta quarta feira, 04 de dezembro, em São Paulo, que o município de Juína conquistou seu terceiro prêmio de reconhecimento nacional com o programa “Arte, Leitura e Cultura: Uma bela mistura”. Desta vez, Juína conquistou o disputadíssimo selo do Prêmio IPL – Retratos da Leitura que tem por objetivo reconhecer, valorizar e difundir projetos exitosos de fomento à leitura em todo Brasil.

O Secretário-adjunto de Cultura, Adriano Souza, gestor do projeto esteve em São Paulo e recebeu o selo das mãos do consagrado escritor Pedro Bandeira, patrono do prêmio.

“Quando Silvia, Patrícia Itaibele e eu pensamos este programa lá no início de 2017, nós jamais imaginávamos chegar até aqui, nosso desejo maior era tirar Juína da escuridão cultural e literária, este seria o nosso maior prêmio! Hoje, ao ouvir o nome de Juína em um lugar tão disputado e com tanta gente de referência para a leitura no Brasil me emocionou. Me lembrei de como tudo começou e como foi difícil o caminho até chegar aqui e conquistar um selo como um dos dez melhores projetos de fomento à leitura no país”, destacou o secretário.

Adriano falou ainda sobre a importância conquistada pelo programa “Arte, Leitura e Cultura: Uma bela mistura” em toda gestão da prefeitura.

“Este programa é intersetorial e tem ações ligadas com praticamente todas as secretarias municipais, ou seja, é um prêmio de toda nossa gestão que colocou este programa no centro do governo e com isso estamos executando, atingindo e superando as nossas metas de democratização do acesso à leitura”, destacou Adriano.

O programa “Arte, Leitura e Cultura: Uma bela mistura” tem o apoio do Governo do Estado do Mato Grosso através da SECEL - Secretaria de Estado da Cultura, Esporte e Lazer por meio do Sistema Estadual de Bibliotecas, da ONG RECODE do Rio de Janeiro e da Assembleia Legislativa por meio da Assembleia Social e do Instituto Memória. O patrocínio das ações em 2019 é do SICREDI, da Faculdade AJES e do Supermercado Bom Preço. O programa recebe também apoio e monitoramento do Tribunal de Contas do estado do Mato Grosso através do PDI – programa de Desenvolvimento Institucional Integrado.

A cerimônia de entrega do prêmio aconteceu na Unibes Cultural e reuniu escritores renomados como Pedro Bandeira e os teledramaturgos Rosane Svartman e Paulo Halm e o diretor artístico Luiz Henrique Rios autores da na novela Bom Sucesso, transmitida pela TV Globo. A condecoração reconhece o incentivo do hábito da leitura, através de personagens apaixonados pelo universo mágico da literatura, visto diariamente nos capítulos da novela.  

Este ano, 216 projetos de fomento à leitura, de 23 estados brasileiros e do Distrito Federal foram inscritos. Dos 216, 42 foram selecionados como finalistas e estão distribuídos em quatro categorias: Bibliotecas, Cadeia Produtiva, Mídia e Organizações Sociais Civis. Juína venceu na categoria de Bibliotecas ao lado da biblioteca estadual do Mato Grosso, Estevão de Mendonça.

Juína e seu reconhecimento Nacional

Recentemente o programa "Arte, Leitura e Cultura: uma bela mistura" foi eleito pelo Governo do estado de São Paulo como um dos 15 melhores da América Latina e apresentado na cerimônia de abertura do 11º Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas, que aconteceu entre os dias 05 e 08 de agosto, em São Paulo. O mesmo programa é primeiro na lista de finalistas do Prêmio MuniCiência – Municípios Inovadores, ciclo 2019-2020, realizado pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) e a União Europeia.

Em 2018, Juína recebeu da ONG RECODE do Rio de Janeiro o reconhecimento nacional por ter conquistado o segundo lugar no ranking das dez Bibliotecas brasileiras que atingiram os objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU – Organização das Nações Unidas. 

Também em 2018, Juína foi reconhecida pelo extinto Ministério da Cultura e pelo Ministério da Educação através do PNLL – Plano Nacional, do Livro e Leitura, por ser o segundo município do Brasil a conquistar o PMLLLB – Plano Municipal do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas, onde destina recursos financeiros e humanos para este segmento. Até hoje, apenas o município de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro, tinha um plano neste formato.

Tags: Juínaseloleituraeducação
Notícias relacionadas
Diário Oficial
Cadastro de Atas
AMM Digital
Municípios
Vídeos
Vídeo institucional da AMM
Curta e Compartilhe nosso conteúdo!
Consórcios Intermunicipais
Novidades