Notícias
Bebê tapuraense de apenas um mês de vida vence a Covid-19
Publicado em: 31 de julho de 2020
Fonte:Assessoria da Prefeitura

Após quatro dias depois do seu nascimento, o pequeno bebê Leonne Wadryan da Silva foi diagnosticado com Covid-19 no hospital em Sorriso. Depois de realizar um procedimento cirúrgico, o bebê precisou ser internado  na UTI em Cuiabá . Leonne passou 30 dias no hospital e hoje pode voltar ao seu lar, junto a sua mãe e sua irmã gêmea, ambos com um mês e quinze dias de vida. Uma linda história com o final feliz.

A vendedora Bruna da Silva, de 25 anos, após 4 dias de dar à luz aos gêmeos Leonne e Loyanne foi diagnosticada com o novo coronavírus.  Para complicar ainda mais a situação o seu filho Leonne nasceu com problemas de saúde e logo deve que fazer uma cirurgia de emergência no hospital em Sorriso, por sua vez, o filho também foi diagnosticado com Covid-19. Uma das separações mais dolorosas, a mãe foi afastada dos filhos recém-nascidos. Leonne foi transferido para Cuiabá, onde recebeu cuidados na UTI e Loyanne ficou em Tapurah aos cuidados da avó materna, já Bruna ficou em recuperação domiciliar em casa.

A mãe, só conseguia notícias do filho pelo telefone, já a da filha, ela recebia fotos e vídeos chamadas. Foram longos e dolorosos dias, noites mal dormidas, pensamentos acelerados e muitas orações e vibrações positivas. Até o dia de hoje, 31 de julho de 2020, após 30 dias, os bebês e a mamãe puderam voltaram pra casa juntos, todos curados da COVID-19.

“Vivemos um momento mágico na hora de voltar para casa, estou muito feliz. Agora sim vou poder curtir e amar ainda mais meus filhotes juntos, agradeço a toda a equipe médica, foram maravilhosos comigo e com meus filhos, é um alívio saber que estamos bem e curados, mesmo sabendo que a batalha do Leonne ainda não acabou, ele precisa fazer mais uma cirurgia no bracinho ainda, mas com fé em Deus, tudo vai dar certo”, conta Bruna.

A Diretora do Hospital, Rosimeire Amaro Alves, que acompanha toda a história, ter este final feliz é gratificante. “Hoje, observando a família unida novamente, é a sensação de dever cumprido, nós, minha equipe toda, fizemos a nossa parte e ainda vamos ficar acompanhando a família por um bom período, a saúde está se desdobrando para cuidar de todos, é nosso dever dar condições e cuidados a todos que necessitam de auxílio médico, me sinto realizada”, diz Rosi.

Tags: TapurahCovid-19
Notícias relacionadas
Diário Oficial
Informes Covid-19
Notas Técnicas
Cadastro de Atas
AMM Digital
Municípios
Vídeos
Vídeo institucional da AMM
Curta e Compartilhe nosso conteúdo!
Consórcios Intermunicipais
Novidades