Notícias
AMM se mobiliza para garantir respiradores e máscaras para os municípios
Publicado em: 27 de março de 2020
Fonte:Agência de Notícias da AMM

A infraestrutura hospitalar para atender possíveis casos de pacientes com o novo coronavírus é uma das principais preocupações dos prefeitos de Mato Grosso. Para apoiar os gestores nessa demanda, a Associação Mato-grossense dos Municípios está se mobilizando junto aos governos federal e estadual para viabilizar máscaras cirúrgicas descartáveis e respiradores mecânicos para atender as prefeituras.

Durante a sua participação na videoconferência, esta semana, com dirigentes de entidades municipalistas de todo o país, o presidente da AMM, Neurilan Fraga, sugeriu que o governo federal ajude os municípios na aquisição dos insumos. A partir da sugestão, a Confederação Nacional dos Municípios, que coordenou a videoconferência, encaminhou ao ministro da economia, Paulo Guedes, e ao da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, um oficio solicitando que os recursos que estão parados no ministério da Saúde sejam destinados aos municípios para que os prefeitos possam usar nas ações de combate à Covid 19, como a aquisição de máscaras e respiradores, além de outros equipamentos e insumos para os hospitais e unidades de saúde.

Em reunião com o governador Mauro Mendes, o presidente da AMM apresentou a reivindicação, pois os prefeitos estão muito atentos às necessidades emergenciais. O governador informou que está importando da China respiradores mecânicos e outros equipamentos, que serão destinados inicialmente para Cuiabá, Várzea Grande e alguns hospitais regionais, que atendem uma maior demanda.  O  secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, informou que foram feitos alguns lotes de máscaras para socorrer os profissionais em várias cidades.

O presidente da AMM observou que em algumas localidades estão sendo produzidas máscaras em parceria com os municípios, mas que é importante os prefeitos verificarem se estão sendo confeccionadas dentro das normas estabelecidas pelos órgãos competentes, que atestam a segurança e eficácia do produto.

Alguns prefeitos estão tomando a iniciativa de viabilizar a produção. Em Cáceres, as máscaras estão sendo fabricadas por reeducandos.  O prefeito Francis Maris Cruz disse que a produção está seguindo normas estabelecidas pela Vigilância Sanitária, que estabelece os critérios de acordo com a legislação. “Em Cáceres nenhuma entidade tem máscara, por isso estamos fazendo. E vamos pedir a Deus para que ninguém se contamine”, frisou.

Em Nova Maringá também há produção própria. Segundo o prefeito João Braga Neto, são produzidas cerca de mil máscaras por dia. “São de tecido 100% algodão e laváveis segundo a última recomendação do Ministério da Saúde”, observou.

 

Tags: Insumos hospitalaresmáscarasrespiradorescoronavírus
Notícias relacionadas
Diário Oficial
Informes Covid-19
Cadastro de Atas
AMM Digital
Municípios
Vídeos
Vídeo institucional da AMM
Curta e Compartilhe nosso conteúdo!
Consórcios Intermunicipais
Novidades